8 de ago de 2014

Nem feminino nem masculino

Publicado em 4 de agosto de 2014 
Fonte: http://www.msc.com.br/revistadenossasenhora/nem-feminino-nem-masculino/
Deus não é nem masculino nem feminino. É uma pena que tenhamos que dizer isso, mas dizê-lo é preciso. Infelizmente, por causa dos limites intelectuais e da falta de uma reflexão mais profunda, muitos pregadores falam de um Deus masculino e Deus não é masculino.
Muitos agora falam de um Deus feminino e Deus não é feminino.
Ele é mais do que masculino e mais do que feminino, porque o masculino, embora seja uma qualidade é também um limite e Deus não tem limites. O feminino embora seja uma qualidade é também um limite e Deus não aceita limites.
pzezinhoDar a Deus um gênero que se assemelhe à espécie humana ou espécie animal ao masculino é limitar Deus. Dar a Ele o gênero feminino é também limitá-lo. Por isso não podemos dizer apenas que Deus é pai e não podemos dizer apenas que ele é mãe. Talvez seja por isso que algumas pessoas, buscando melhores expressões, estejam dizendo que Deus é Pai e Mãe, mas isso ainda não define Deus.
Nossa mente por ser limitada, toda vez que pensa em Deus dá-lhe atributos masculinos; em outros povos, Deus recebe atributos femininos. Mas Deus não é nem neutro, nem masculino, nem feminino. Ele não se parece com nada do que nós conhecemos, por isso é que ele é Ele mesmo. Se pudéssemos resumir toda esta questão, talvez acertaríamos melhor ao dizer: Deus é Deus, assim não correríamos o risco de dizer que Deus é Ele, ou que Deus é Ela.
De qualquer forma, quem quer anunciar Deus, tome cuidado para não anunciar um Deus excessivamente masculino, ou feminino.
Anuncie um Deus diferente de tudo o que conhecemos, porque é isso que Ele é.
Pe. Zezinho. SCJ, é músico e escritor. Tem aproximadamente 85 livros publicados e mais de 115 álbuns musicais.
www.padrezezinhoscj.com

Nenhum comentário: