15 de set de 2013

Hombridade - Responsabilidade


"O assalariado não é o pastor a quem as ovelhas pertencem. Assim, quando vê que o lobo vem, abandona as ovelhas e foge. Então o lobo ataca o rebanho e o dispersa." (João 10:12)
Um homem temente a Deus não pode ser como um mero assalariado, pois no Reino de Deus não há empregados. Neste mundo, nossas organizações precisam de pessoas e algumas delas serão contratadas, empregadas, ou qualquer outro modo que usemos. Mas no Reino Eterno só há o Senhor Majestoso, Seu Filho, o Espírito Santo, os anjos e demais seres celestiais... e nós. Nós, meu querido, somos todos servos redimidos pelo sangue do Cordeiro, sem direito a nada, adotados como filhos e co-herdeiros.
Tendo clara esta visão, facilmente percebemos que andamos na direção errada fazendo qualquer coisa neste mundo agindo como um empregado (assalariado) e nos intitulando tementes a Deus. Servir a Deus implica em fazer tudo para Sua Glória, como que para o Senhor e não para os homens, considerando os outros superiores a si mesmo e sem pensar de si mesmo além do que convém. Como, após cumprir tudo isso, abandonaríamos as ovelhas em fuga?
O assalariado aqui mencionado é um degrau abaixo de um pastor, pois no mesmo capítulo Jesus nos ensina acerca do bom pastor que dá a vida pelas suas ovelhas. Obviamente, nenhum pastor será bom como Ele que deu sua vida por um miserável infeliz como eu que não valia a sombra que fazia ao sol. Nós, como seus imitadores, não podemos deixar por menos e temos de nos dedicar a tudo que fizermos como realmente para o Senhor.
Sonho com um dia (admito que não sei se chegará) em que os homens de Deus serão vistos e reconhecidos como aqueles que fazem e fazem bem feito, com excelência, agindo como se fossem donos das coisas, ou melhor ainda, como se tivessem a clara sensação e certeza de estarem sendo observados - por que estão mesmo. Enquanto este dia não chega, te convido a se juntar a mim e ir adiantando o expediente e fazendo exatamente isso, no limite das nossas forças.
"Senhor, obrigado pelo exemplo de Jesus como pastor que não foge nem abandona Suas ovelhas. Eu preciso de ajuda e fortalecimento, pois não consigo ir tão longe sozinho."
Mário Fernandez

Nenhum comentário: