14 de out de 2012

Começa em Brasília o Seminário Nacional de Irmãos


 
Teve início na noite desta quinta, 11, na Casa de Retiros Assunção, na cidade de Brasília-DF, o 2º Seminário Nacional de Irmãos. O objetivo é aprofundar a análise da identidade e missão do religioso leigo para que sejam melhor conhecidos e mais valorizados tanto entre os Religiosos quanto pela própria Igreja; promover maior intercâmbio entre os religiosos leigos para o conhecimento recíproco e mútua animação. O Seminário tem como tema a masculinidade, a mística e a missão do irmão.

O frade franciscano capuchinho, Irmão Thiago Santos da Silva, Recife, 27 falou sobre as suas perspectivas em relação ao encontro. “A perspectiva de dar continuidade a reflexão e de poder participar de um momento tão significativo da vida religiosa e perceber que há um interesse de fato dos Irmãos das mais diversas congregações de continuar a reflexão sobre a identidade do irmão, a vocação especifica do irmão”, afirmou..


Para o assessor da CRB Nacional, Frei Rubens Nunes da Mota, o encontro conta com representantes de diversas congregações e todas as regiões do Brasil. “A representatividade é muito boa com a presença de Irmãos de todo o Brasil, o que ajuda a manter a expectativa no sentido da intercultural idade. A dimensão da masculinidade diz respeito à identidade, que tem a ver com a questão da afetividade, a mística, o jeito de ser do irmão e a dimensão missionária que nos fala do testemunho, que tipo de presença somos”, disse .


“A minha expectativa éque seja um encontro onde a nossa vida religiosa de irmãos possa ser reavivada Ser irmão é ter a consciência de que seguir Jesus Cristo é o principal, é graça. No seguimento e no testemunho de vida é que está o sentido da vida do Irmão”, relatou o Irmão Antônio Barbosa Soares, da Congregação dos Oblatos de São José, de Aipuanâ-MT.


A presidente da CRB Nacional, Irmã Márian Ambrósio além de apresentar ao grupo o plano trienal da CRB, acolheu o grupo relacionando a flor do serrado com o significado que a vida do Irmão consagrado tem para a Igreja e a sociedade nos dias atuais. “Elas são flores naturais, não tem nada de artificial, cada pétala foi folha de uma árvore, para se tornar pétala elas tiveram que dar a própria vida, por serem desidratadas: Isso tem a ver com a vida religiosa que deve ser um sinal que brilha, o que exige uma entrega intensa e coerente, falou.


A realização dos seminários nacionais de Irmãos se justifica como proposta de dar continuidade às reflexões sobre a vida e missão dos irmãos leigos. Os seminários tiveram seu inicio em 1987, de 04 a 09 de outubro em Mendes-RJ, Fazenda São José das paineiras dos Irmãos Maristas e teve como tema “Identidade e missão do Religioso leigo na Igreja, hoje”.



O Segundo Seminário reúne Religiosos irmãos na Capaital Federal para refletir sobre identidade, mística e missão

fonte: www.capuchinhosrs.org.br
Autor: Frei João Carlos Romanini, ofmcap

Nenhum comentário: